A COP-15 sob holofotes mediáticos: modos e níveis de intervenção política do jornalismo no sistema de mídia brasileiro

Diogenes Lycariao, Rousiley Celi Moreira Maia

Resumo


A variável “paralelismo político” tem sido recorrente na análise comparativa de sistemas mediáticos. No entanto, recentemente ela tem sido alvo de diversas críticas. Para fundamentar esse tipo de contestação, os sistemas de mídia brasileiro e de países em desenvolvimento têm sido referenciados como exemplos de um modo ativo, mas não necessariamente político-partidário de intervenção política. Esta pesquisa, por um lado, oferece evidências empíricas nesse sentido, especificamente para os centros de visibilidade e de qualidade jornalística do sistema de mídia brasileiro (JN e FSP respectivamente). Por outro, também se demonstrou que esse desempenho assume diferentes modos e intensidades entre os centros em questão. Entre a FSP (n=65) e o JN (n=21) foi possível perceber diferenças substantivas na quantidade e qualidade do papel advocatício das práticas jornalísticas na cobertura da COP-15. Ao mesmo tempo, o caráter ativo se manteve praticamente estável. Implicações teóricas e metodológicas para pesquisas futuras são discutidas.

Palavras-chave


paralelismo político, COP-15, Sistema mediático, jornalismo brasileiro

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30962/ec.v18i1.1096

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Conceito A2, Qualis Capes

E-ISSN 1808-2599

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia