A Chamada de programação de TV, um estudo pelo enfoque das Teorias de Gênero

Cristina Teixeira Vieira de Melo, Gustavo Henrique Oliveira de Almeida

Resumo


Este trabalho investiga o gênero ‘chamada de programação de televisão’. Como a novela é um produto televisivo que apresenta diversidade de chamadas e a Rede Globo um importante centro mundial de produção de novelas, nosso corpus tem por base as chamadas de três novelas da referida emissora. Classificamos estas chamadas em 13 subcategorias distintas, em função de seu propósito comunicativo. Uma característica básica do gênero ‘chamada de novela’ é a polifonia, materializada na voz off do locutor e nos trechos de áudio e vídeo retirados da novela. Há ainda chamadas de novelas que apresentam forte carga de ‘intertextualidade inter-gêneros’, ou seja, simulam ser outro gênero textual com a finalidade de surpreender o público. Uma importante característica de qualquer tipo de chamada é o fato de estabelecer uma relação necessária com um ‘gênero-fonte’, pois, ela só existe para promover algum outro programa. Para tanto, vale-se da estratégia contração tempo/espaço, sintetizando em até 45s os aspectos mais importantes de cada programa.

Palavras-chave


Chamada de Programação; Televisão; Novela; Gêneros Textuais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30962/ec.v2i0.34

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Conceito A2, Qualis Capes

E-ISSN 1808-2599

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia