A formação de comunidades virtuais no portal Comunique-se: um primeiro olhar

Juliana Lúcia Escobar

Resumo


Este artigo investiga especificamente o site “Comunique-se” a fim de verificar se este portal possibilita a formação de comunidades virtuais. Como resultado, foi verificado que o “Comunique-se” oferece condições técnicas que possibilitam a formação de comunidades virtuais na medida em que mantém virtual settlements (lugares delimitados simbolicamente no ciberespaço) nos quais se observa a prática da interação mútua, permitindo duração prolongada (permanência) nas relações entre sujeitos interagentes. Inicialmente, fazemos algumas considerações sobre o conceito de comunidade e algumas alterações por que passou até o contexto atual, em que presenciamos o surgimento de comunidades virtuais. Elaboramos uma definição mínima que inclui alguns pré-requisitos necessários para a formação de comunidades virtuais no ciberespaço.

Palavras-chave


Comunidade; Comunidades Virtuais; Interação mútua

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30962/ec.v5i0.69

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Conceito A2, Qualis Capes

E-ISSN 1808-2599

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia