Dimensão simbólica do conflito sócio-político e cultural de jovens em seis contextos locais da Colômbia

  • Patricia Botero Gómez
Palavras-chave: Juventude, violência, narrativas.

Resumo

O presente artigo desenvolve uma reflexão em torno das seguintes perguntas: Como são feitas as distinções entre as narrativas de jovens em cenários micro de conflito? Como os jovens em comflito realizam a política que imaginam em condições que transcedem seu discernimento ou eleição particular? E, finalmente, como se relacionam as noções de juventude, conflito e política? Para tal fim se abordam três dimensões a partir das narrativas de jovens em contextos locais da Colômbia: a) a dimensão simbólica ou subjetiva del conflicto, b) a dimensão simbólica da política e c) a dimensão simbólico-política da juventude; nas quais se desenvolvem as implicações da relação entre as noções de juventude e conflito desde uma perspectiva da socialização política, aportando categorias como as de mecanismos de defesa social, a co-determinação entre contexto e juventude, o fenômeno da dupla hibridação ou globalização perversa expressos mos boomerang humanos e a des-coletivização das comunidades e os grupos defensivos de jovens em contextos de violência.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
10-03-2009
Como Citar
Gómez, P. B. (2009). Dimensão simbólica do conflito sócio-político e cultural de jovens em seis contextos locais da Colômbia. E-Compós, 11(3). https://doi.org/10.30962/ec.326
Seção
Artigos Originais