Cosmopolítica, mídia e virtualização na América Latina

  • Sebastião Guilherme Albano da Costa
Palavras-chave: audiovisual, mídia, América latina

Resumo

O texto descreve as formações discursivas na sociedade latino-americana desde o denominado Consenso de Washington até nossos dias e suas implicações no âmbito das indústrias culturais nacionais. Integram-se dois blocos de proposições, o primeiro adscrito à categoria de cosmopolítica, neologismo que intenta dar conta dos modelos de atuação política e econômica relacionados a níveis e instâncias de produção e reprodução midiática e seus vínculos com as sensibilidades contemporâneas. O segundo é norteado pela reflexão sobre a mídia e a virtualização da América Latina, um processo de reorganização das instituições e identidades em face da emergência de parâmetros de reconhecimento em que os signos e a verossimilhança condicionados aos cronotopos nacionais tiveram de se aclimatar aos padrões cognitivos das novas mídias. Trata-se desde a imigração física até a imigração do gosto, bem como das novas estruturas de fomento e produção cultural até as modalidades de consumo e reprodução simbólica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
23-02-2011
Como Citar
Albano da Costa, S. G. (2011). Cosmopolítica, mídia e virtualização na América Latina. E-Compós, 13(2). https://doi.org/10.30962/ec.511
Seção
Dossiê Temático