A reconfiguração da indústria da música

  • Marcelo Kischinhevsky
  • Micael Herschmann
Palavras-chave: Indústria da Música. Telefones Celulares. Videogames. Mídias Sociais de Base Radiofônica

Resumo

O presente trabalho busca mapear as principais transformações nos negócios musicais – fonográficos e da música ao vivo – ocorridas ao longo da última década, com a prevalência das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação e as tentativas de reposicionamento da antiga indústria fonográfica. Em contraponto à profusão de sistemas de compartilhamento de arquivos digitais de áudio via internet, sem custo para o usuário, emergem novos canais de vendas, entre os quais se destacam a telefonia móvel, os jogos eletrônicos e as mídias sociais de base radiofônica. Discutiremos como se redesenham as relações entre companhias musicais e consumidores, a partir destas inovadoras estratégias de visibilidade adotadas por empresários, produtores e artistas – estratégias que privilegiam o acesso à música, num mercado sob pressão devido à commoditização do fonograma e no qual se revalorizam as apresentações ao vivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-09-2011
Como Citar
Kischinhevsky, M., & Herschmann, M. (2011). A reconfiguração da indústria da música. E-Compós, 14(1). https://doi.org/10.30962/ec.524
Seção
Artigos Originais