A mulher na vida pública: um mapa das moralidades no Facebook

  • Danila Cal Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia da Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Regiane Lucas Garcêz Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Janine de Kássia Rocha Bargas Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Thais dos Santos Choucair Universidade Federal de Minas Gerais.
Palavras-chave: Mulher, Moralidades, Facebook

Resumo

O artigo investiga entendimentos morais sobre a participação da mulher na vida pública a partir de comentários dos posts no Facebook sobre as matérias As explosões nervosas da presidente, da IstoÉ, e Bela, recatada e do lar, da Veja. Traçamos um mapa das moralidades sobre atividade profissional, temperamento e relações sociais, que aponta como consensos tácitos: a visão positiva da mulher discreta e responsável pelo lar, e a visão negativa da mulher afeita às emoções. Desafiam essas concepções: a ideia de mulher forte e que pode escolher a vida profissional. Identificamos que moralidades tidas como ofensivas podem criar identificação e afinidades a fim de instaurar novas gramáticas morais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danila Cal, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia da Universidade Federal do Pará - UFPA
Doutora em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Professora adjunta de Comunicação Social da Universidade Federal do Pará - UFPA. Docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia. Líder do grupo de pesquisa Comunicação, Política e Amazônia - Compoa.
Regiane Lucas Garcêz, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Professora Adjunta do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), doutora, mestre e jornalista pela mesma universidade. Dedica-se a pesquisas que envolvem, de forma geral, a interface entre mídia, lutas por reconhecimento, representação política, esfera pública, ativismo e movimentos sociais. De maneira mais específica, se interessa pelos processos comunicativos que envolvem a temática das pessoas surdas e com deficiência seja no espaço dos movimentos sociais, das organizações, das redes sociais e das arenas públicas. Possui interesse também em ações e estudos que envolvam a temática da acessibilidade nos meios de comunicação.
Janine de Kássia Rocha Bargas, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais. Mestra em Ciências Sociais, com área de concentração em Sociologia e graduada em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, ambas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Integrante dos grupos de Pesquisa em Mídia e Esfera Pública (UFMG) e Comunicação, Política e Amazônia (UFPA).
Thais dos Santos Choucair, Universidade Federal de Minas Gerais.
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais.
Publicado
26-04-2018
Como Citar
Cal, D., Garcêz, R., Bargas, J., & Choucair, T. (2018). A mulher na vida pública: um mapa das moralidades no Facebook. E-Compós, 21(1). https://doi.org/10.30962/ec.v21i1.1430
Seção
Artigos Originais