Desafíos de los programas informativos en la neotelevisión

  • Marcela Farré
Palavras-chave: Televisão, Notícias, Qualidade

Resumo

Desde a década de 90, com a conversão das redes televisivas em empresas privadas, comenta-se a respeito de uma guinada em direção à neotelevisão, que implica, sobretudo, o abandono das funções públicas de serviço voltado para o cidadão. Agora, o público é um consumidor e as emissoras são empresas com interesse econômico. Esta mudança radical trouxe consigo uma profunda alteração nos modos de fazer televisão, e o gênero noticioso, apesar de sua identidade informativa, não escapou de tais tendências. Muito se tem questionado acerca dos novos formatos e estilos das notícias; discute-se a ficcionalização e a espetacularização das notícias. Entretanto, já não é possível nem desejável retornar aos esquemas anteriores, supostamente objetivistas. Os questionamentos e as propostas devem situar-se em outro lugar, a partir da própria lógica deste meio e das relações que mantém com uma audiência também nova.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Farré, M. (2007). Desafíos de los programas informativos en la neotelevisión. E-Compós, 8. https://doi.org/10.30962/ec.127
Edição
Seção
Dossiê Temático