O grau zero da comunicação

  • José Luiz Braga
Palavras-chave: Códigos & inferências, Imitação, Grau zero

Resumo

Os códigos requeridos para viabilizar a comunicação são produzidos por processos comunicacionais. Essa premissa põe o problema do grau zero da comunicação: qual o ponto de partida do fenômeno comunicacional gerador e usuário de códigos e inferências? A hipótese trabalhada é que o grau zero é a competência biológica da imitação. O texto dialoga com proposições de Gabriel Tarde, sintonizando e tensionando o autor. Debate aspectos biológicos e sociais da imitação; relações entre imitação e invenção; e a circulação comunicacional em contraste com mera propagação. Conclui com reflexões heurísticas, e propõe que a invenção comunicacional é inerente ao aspecto lacunar do instinto da imitação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
11-09-2015
Como Citar
Braga, J. L. (2015). O grau zero da comunicação. E-Compós, 18(2). https://doi.org/10.30962/ec.1161
Seção
Teorias