Narrativas sobre o golpe no Brasil: acontecimento, jornalismo e disputas de sentido

Palavras-chave: Jornalismo. Acontecimento. Narrativa.

Resumo

Ancorados em acontecimentos políticos brasileiros recentes – o impeachment de Dilma Roussef e os processos judiciais que levaram à condenação e prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – refletimos sobre disputas de sentido e jogos de poder que envolvem os gestos de narrar jornalisticamente os acontecimentos. Metodologicamente, analisamos notícias recolhidas dos sites Uol e Jornal GGN, adotando como procedimento entrecruzamentos possíveis entre narrativas e acontecimentos. Da análise emergem disputas de sentido na definição dos acontecimentos políticos que contrapõem a noção de golpe contra a democracia à de ações políticas e judiciais pautadas por princípios constitucionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Carvalho, Universidade Federal de Minas Gerais
Professor do Departamento de Comunicação Social da UFMG, na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Comunicação, onde desenvolve pesquisas sobre Jornalismo, Narrativa, Divulgação Científica, Aids, Homofobia e Relações de Gênero, com financiamento da Capes, da Fapemig e do CNPq. É um dos coordenadores do Grupo de Estudos Tramas Comunicacionais: Narrativa e Experiência, com artigos publicados em periódicos e capítulos de livros, além de livros publicados individualmente, em colaboração e como organizador. Pesquisador 2 do CNPq. E-mail: carloscarvalho0209@gmail.com.
Publicado
30-09-2019
Como Citar
Carvalho, C. A. (2019). Narrativas sobre o golpe no Brasil: acontecimento, jornalismo e disputas de sentido. E-Compós, 22(1). https://doi.org/10.30962/ec.1597
Seção
Artigos Originais